Total Pageviews

Thursday, 20 October 2011

Naves Aliens do tamanho da Terra

Nassim Haramein


Naves do tamanho da Terra usam portais no Sol para ir de um lugar a outro no universo



Nassim Haramein  Diretor de Pesquisa da Fundação Projeto Ressonância
http://theresonanceproject.org/


http://bloglaurabotelho.blogspot.com/2011/10/naves-aliens-do-tamanho-da-terra.html?spref=fb


Tradução Google~
Enviado por  em 08/10/2011


Nassim Haramein detectou Navios Nephilim / Annunaki do tamanho da terra usando o nosso Sol como um "Stargate" portal para outros sistemas. Para mim (Dave Beamer) lore antiga várias mencionar um novo "Phoenix" nascer do sol a cada 500 anos como um ofício antes faz a sua viagem de retorno "para o sol. Langrenus e Copérnico crateras em nossa Lua ambos têm linha NAZCA navios ancorados em forma de Phoenix lá. Menor que o seu planeta naves-mãe de tamanho, mas não menos relevantes para a história da Terra.


"Para o Sol e avante" ATUALIZAÇÃO










Algo voa em direção ao Sol, mas o que são??? Cometas??? 
OVNIs??? As imagens dos objetos denotam uma simetria intrigante. 
Na minha opinião não são cometas e sim algo fabricado por alguma inteligência...


Isso mesmo, naves extraterrestres na acepção da palavra. 
Porém estamos abertos à opiniões contrárias. Comentem. 
Segue vídeo: 




ATUALIZAÇÃO: Observem no vídeo abaixo como algo imenso 
parece entrar de um lado do Sol e do lado, exatamente oposto, 
parece sair uma grande "onda" ou tempestade solar.
 Muito estranho:






Vejam o Vídeo. No filme Perdidos no Espaço de 1998,  eles já falavam sobre
passar pelo sol usando-o como um portal a muito tempo atras.

Obs:Deixem comentários 

Abraços a todos 

Nellton 




Fonte:
http://celiosiqueira.blogspot.com/


Wednesday, 19 October 2011



Satélite de 1.6 tonelada deve reentrar na atmosfera no domingo

A exemplo do que ocorreu recentemente com o satélite estadunidense UARS, o satélite alemão ROSAT também deverá reentrar na atmosfera terrestre nos próximos dias. O equipamento tem 1.6 toneladas e por possuir materiais altamente densos e resistentes, produzirá lixo espacial com alto poder de impacto na superfície

 

Lançado em junho de 1990 da base de Cabo Canaveral, nos Estados Unidos, Rosat é um telescópio espacial de raios-x que produziu importantes dados científicos até fevereiro de 1999, quando deixou de operar. Foi batizado com esse nome (Röntgensatellit) em homenagem ao físico alemão Wilhelm Röntgen, que em novembro de 1895 produziu pela primeira vez radiação eletromagnética nos comprimentos de onda dos raios-X.
Quando foi colocado em órbita Rosat mantinha a altitude nominal de 580 km e em julho de 2011 esse valor já havia caído para 315 km. Em setembro, a altitude era de apenas 280 km e as primeiras estimativas de reentrada mostravam que a ruptura ocorreria em 11 de outubro. Agora, cálculos feitos pelo Apolo11 indicam que a reentrada ocorrerá próximo às 22 horas (BRT) de 23 de outubro, quando a nave estiver a 135 km acima do nível do mar.
Em 19 de outubro ROSAT já se encontrava a 218 km de altitude, tendo caído aproximadamente 15 km em menos de 24 horas.
De acordo com a agência espacial alemã, um total de 1.6 toneladas de fragmentos deverá resistir à reentrada, já que são formados por vidro e fibra de carbono, altamente resistentes ao calor. Por ser um telescópio, a principal peça do equipamento é o espelho primário, com peso aproximado de 400 quilos. Após reentrarem, essas peças cairão em queda livre, a uma velocidade estimada de 450 km/h. 


ROSAT tem órbita inclinada em 52 graus, muito parecida com a do UARS, que reentrou na atmosfera em setembro. Assim, o satélite deverá cair entre as latitudes 52.00N e 52.00S, com o Brasil novamente na rota dos destroços.
O aplicativo de rastreio SATVIEW mostra a posição atual do satélite e permite estimar quando o mesmo passará sobre sua localidade dentro de 5 dias. Mesmo se você estiver fora do Brasil também é possível prever sua rota. Além disso, o aplicativo tem um chat à disposição dos usuários, que poderão conversar sobre o evento. Para acessar o SATVIEW, clique aqui .

Fotos: No topo, espelho principal do telescópio ROSAT, uma das peças que deverá resistir à reentrada na atmosfera. Acima, tela do aplicativo Satview, que mostra o satélite acima da Europa. Crédito: Nasa, DLR, Satview, Apolo11.com.


Fonte:http://www.apolo11.com

Objecto Negro Gigante Perto do Sol Seria uma MEGA NAVE?

Antes que pensem que estamos loucos,que estas imagens da SOHO são claramente defeitos na imagem, ausência de pixels, reflitam por um instante... 













Enquanto mais e mais imagens de "cubos" são liberadas, alguns declaram que são naves, enquanto nós acreditamos se tratar de pedaços cortados da imagem.














 Por que a NASA cortaria pixels destas imagens? Por que fazem isso de forma tão óbvia? E mais importante de tudo, o que há para esconder?
Aqui tem uma imagem de Janeiro que pode nos dar uma pista... 



Fonte:http://brunorusottt.blogspot.com/


Friday, 14 October 2011

URGENTE: GUERRA NO IRÃ NAS PRÓXIMAS DUAS SEMANAS! DIZ ALEX JONES

Alex Jones alerta para conflito iminente no Irã 
nas próximas semanas.

Vejam o vídeo.



Enviado por  em 13/10/2011

TERCEIRA GUERRA MUNDIAL A CAMINHO!!!

ENVIE ESTE VÍDEO PARA TODOS SEUS CONHECIDOS!!!

CLIQUE EM CC PARA VER AS LEGENDAS OCULTAS!!!

 


Tirem suas próprias conclusões a respeito.
Um abraço a todos.

NB:Estamos apenas repassando a informação, não estamos 
afirmando que isso ira acontecer, Alex Jones está afirmando isso com base nas informações que recebeu dos seus informantes. 

Fonte:http://celiosiqueira.blogspot.com/





Tuesday, 11 October 2011

Primeira imagem ótica não detecta cometa Elenin após periélio





 Uma nova imagem, feita a partir de telescópio óptico instalado no Novo México, não conseguiu detectar qualquer fragmento do cometa C/2010 X1 Elenin. Devido às condições desfavoráveis para o sensoriamento, a imagem não pode ser considerada como prova de que o cometa realmente se desintegrou completamente.


A nova cena celeste foi feita na madrugada de quinta-feira, 6 de outubro, pelo próprio descobridor do cometa, Leonid Elenin, que usou o mesmo telescópio robótico que descobriu o cometa em 2010. Leonid fez uma única exposição de 30 segundos no quadrante de onde o objeto deveria ser encontrado.
Caso não tivesse desintegrado quando passou pelo periélio (maior aproximação com o Sol) em setembro de 2011, C/2010 X1 deveria ser um objeto de magnitude 12, facilmente detectável na foto, mas uma primeira análise da imagem indica que se algum fragmento resistiu ao calor da estrela sua magnitude deve ser superior a 15, menos brilhante que o planeta-anão Plutão, lembrando que quanto maior a magnitude, menor o brilho de um objeto.
No momento, um dos principais entraves para a observação do cometa é sua posição. O objeto está muito próximo ao horizonte e a imagem captada por Leonid já revela os primeiros sinais da interferência do Sol, impedindo uma observação mais sensível.
À medida que o os dias passam o cometa estará nascendo mais cedo no quadrante leste e as futuras sessões de imagens sofrerão menos com os efeitos da alvorada. Ainda assim, a presença da Lua Cheia deverá novamente interferir nas observações óticas.
Elenin
Elenin é um cometa não-períódico que deverá atingir a maior aproximação com a Terra em 16 de outubro de 2011.
Quando descoberto, os pesquisadores estimavam que seu brilho máximo chegasse a 4.5 magnitudes, o que permitiria que fosse visto facilmente durante as madrugadas. No entanto, imagens feitas por astrônomos amadores antes do cometa atingir o periélio, em 10 de setembro, já mostravam um forte enfraquecimento no brilho do cometa, o que fez os observadores acreditarem que Elenin não resistiria à proximidade com o Sol.
Entre os dias 23 e 28 de setembro o cometa entrou no campo de visão do coronógrafo Lasco C3, a bordo do telescópio espacial Soho, mas nenhum fragmento foi detectado, aumentando as especulações sobre a desintegração do cometa ou então que os fragmentos fossem muito pequenos para serem registrados.
Procurando Elenin
Na próxima semana o Apolo11 realizará um imageamento da possível área onde se localiza os fragmentos. Para isso usaremos um telescópio robótico de 460 milímetros, localizado em Nerpio, na Espanha. Já estão programadas duas tomadas de cena. O objetivo é criar uma animação que facilitará a busca por possíveis remanescentes cometários.
Astrônomos do radiotelescópio de Arecibo, em Porto Rico, também estudam a possibilidade sondar a zona do cometa através de pulsos de radar, talvez a única forma de registrar os possíveis restos do cometa, mas a altura do objeto no céu ainda não permite que o estudo por radar seja realizado. 

Foto: Imagem feita pelo astrônomo amador Leonid Elenin mostra a região onde os fragmentos do cometa C/2010 X1 deveriam ser encontrados, na noite de 6 de outubro de 2011. A cena foi registrada com 30 segundos de exposição através do telescópio robótico instalado no Novo México, EUA. Crédito: Leonid Elenin, Apolo11.com.








Apolo11.com - Todos os direitos reservados

Sunday, 9 October 2011

RELATÓRIOS PRELIMINARES APONTAM EXPLOSÃO DE METEOROS DRACONIDS

De acordo com observadores de todo o mundo, relatórios apontam que houve de fato uma explosão de meteoros Draconid em 08 de outubro. Contagens preliminares sugerem uma taxa de pico de 660 meteoros por hora em 2010 UT (04:10 EDT).

domingo, 9 de outubro de 2011


Os dados parciais foram recebidos de 27 observadores de 12 países 


Imagens divulgadas no site spaceweather de lugares que foi observado o fenômeno:

Czech Republic, Zlechov

Bergem, Norway
Tana, Finnmark, Norway
Silkeborg Denmark, 56N

Fonte:www.minhamestria.blogspot.com


Saturday, 8 October 2011

Incrível aumento do número de terremotos

TERREMOTO DE 6.0 - CATEGORIA FORTE - TONGA, POLINÉSIA

8 de outubro de 2011

 


Fonte:www.mestresascensos.com

                                                                 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
There was an error in this gadget